25/11/2019 às 09:23

Cetur Fecomércio RJ envia pleitos ao poder público para o desenvolvimento do Turismo fluminense

Fórum reuniu as principais entidades empresariais que atuam no receptivo do estado do Rio de Janeiro
Divulgação Fórum reuniu as principais entidades empresariais que atuam no receptivo do estado do Rio de Janeiro

A Fecomércio RJ realizou, no dia 19 de novembro, a última reunião do ano do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur/ Fecomércio RJ), que reúne os principais representantes da cadeia produtiva do turismo fluminense. O fórum debateu e identificou os principais gargalos ao crescimento sustentável do turismo no Estado do Rio, alinhou iniciativas conjuntas e ações segmentadas para fortalecer as atividades que compõem o receptivo turístico nas principais regiões fluminenses. A reunião aconteceu na sede da federação, no Flamengo.

Durante o fórum, as entidades assinaram um documento que será encaminhado ao Governador, Alerj, Prefeito da capital fluminense e Câmara Municipal destacando os pleitos relacionados à segurança pública, reordenamento urbano, desburocratização da legislação, criação de leis de incentivo, transporte, promoção turística, fortalecimento da malha aérea, entre outros. A iniciativa reforça os principais anseios do setor empresarial para que o Rio de Janeiro possa retomar o seu desenvolvimento econômico, tendo no segmento de turismo e hospitalidade um importante pilar de desenvolvimento e geração de empregos e renda.

O presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, presidiu a reunião acompanhado das Diretoras Regionais do Sesc RJ, Regina Pinho, e do Senac RJ, Ana Claudia Martins. “O Cetur Fecomércio RJ tem o objetivo de compartilhar a agenda em andamento, identificar as sinergias e otimizar as ações capitaneadas pelos diversos setores produtivos para juntos alcançarmos melhores resultados para o turismo fluminense”, destacou Queiroz.

A pauta incluiu questões estratégicas, como a desburocratização dos processos para a realização de grandes eventos no Estado do Rio; alinhamento entre os promotores de grandes eventos e a rede hoteleira viabilizando estadias mais longas dos visitantes; aproximação dos gestores dos principais modais do Rio (Aeroportos, Metrô, Trens, Rodoviária e VLT); intensificação de ações turísticas que valorizem os roteiros gastronômicos.

O presidente da Associação de Promotores de Eventos do Setor de Entretenimento e Afins (Apresenta Rio), Pedro Guimarães, realizou breve palestra sobre as barreiras para o crescimento dos eventos e opções de entretenimento. O empresário destacou, também, o sucesso do evento Apresenta Rio Summit, realizado no recém-inaugurado Fairmont Copacabana Hotel, entre os dias 16 e 17 de outubro. Temas como oportunidades de negócios, desafios e tendências do setor de entretenimento, além de questões como licenciamento e desburocratização, leis de incentivo e tributos estiveram em pauta durante os dois dias do evento. “Foram dois dias de conferência, totalizando 16 horas de networking e conhecimento sobre esta indústria que é um dos principais vetores de atração de turistas, geração de empregos e investimentos na economia do estado”, ressaltou Guimarães.

O Diretor do Rio Convention & Visitors Bureau, Phillipe Campelo, apresentou dados sobre a evolução das captações de eventos técnico-científicos para a próxima década e as estratégias em processo nos mercados concorrentes. Também estiveram presentes o presidente da Abav-RJ, Luiz Strauss; a diretora Abeoc-RJ, Ilda Brito; o presidente da ACTA, Fabio Nascimento; o presidente da Anttur, Martinho Ferreira Moura; o presidente do SindRio, Fernando Blower; o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio; o presidente da Bito, Salvador Constantino Saladino; a presidente do Rio Convention & Visitors Bureau, Sonia Chami; o presidente da Federação de Conventions & Visitors Bureaux do estado do Rio de Janeiro, Marco Antonio Navega; o presidente da Associação Brasileira de Trens Turísticos e Culturais, Sávio Neves; o diretor do Polo Novo Rio Antigo, Plinio Froes; e o gerente operacional da ABIH-RJ, Julio Correa.