20/11/2018 às 18:00 - Atualizado em 21/11/2018 às 16:01

José Roberto Tadros assume a Presidência da CNC

José Roberto Tadros assume a Presidência da CNC
Divulgação / CNC O presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, com o novo presidente da CNC, José Roberto Tadros, durante reunião de posse

Tomou posse na segunda-feira, dia 19 de novembro, a nova Diretoria da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), liderada pelo empresário amazonense José Roberto Tadros, que assume a Presidência da entidade, com mandato até novembro de 2022.

Além de agradecer e lembrar os avanços realizados pelo Sistema CNC-Sesc-Senac na gestão de Antonio Oliveira Santos, o novo presidente da Confederação reafirmou que a CNC seguirá ampliando sua atuação, participando de forma assertiva do fomento ao desenvolvimento do Brasil por meio do fortalecimento do comércio.

Para Tadros, além da necessidade de fortalecer a representatividade e a atuação de Sesc e Senac, é preciso garantir que o País tenha segurança jurídica e liberdade para empreender. “Trabalharemos sempre para dias melhores para o nosso país. Mas quero deixar absolutamente patente que o fundamental é que tenhamos democracia e o respeito às bases do nosso sistema capitalista”, disse o novo presidente da CNC em sua posse.

José Roberto Tadros também tem destacado que pretende, entre os primeiros passos de sua gestão, defender, diante da nova equipe econômica do Presidente eleito Jair Bolsonaro, a necessidade da realização de reformas, como uma simplificação tributária que seja acompanhada da redução de impostos, alinhando o sistema brasileiro às práticas internacionais.

Outra frente de atuação da nova Diretoria será a defesa de um dos maiores sistemas de desenvolvimento social do Brasil – o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) –, além da ampliação do atendimento às populações mais carentes e longínquas do território nacional. “Estamos diante de um governo eleito que está preocupado em fazer com que os recursos destinados aos projetos de transformação da sociedade alcancem quem mais necessita. E nisso seremos parceiros para juntos construirmos um Brasil mais ético e mais conectado com as demandas da sociedade. É com segurança e otimismo no futuro que a nova gestão da CNC vai procurar caminhos de diálogo construtivo com o novo governo”, afirmou José Roberto Tadros.

Ao transmitir o cargo e saudar a nova Diretoria, Antonio Oliveira Santos, que presidia a Confederação desde 1980, desejou sucesso na gestão. “O nosso setor é fundamental para a economia e para o Brasil. José Roberto Tadros e os demais diretores que estão assumindo têm a experiência, a dedicação e a energia necessárias para tornar a CNC, o Sesc e o Senac cada vez mais fortes e atuantes”, disse Oliveira Santos, que passará a ser o presidente de honra da Confederação.

Durante a cerimônia de posse, Oliveira Santos foi homenageado com a entrega de um livro sobre a evolução do comércio no período de sua gestão, uma placa comemorativa, entregue em nome dos presidentes das Federações, e um vídeo preparado pela Fecomércio-AM. 

Perfil
Nascido em Manaus, Tadros deixa o comando da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas (Fecomércio-AM) para assumir o cargo na CNC. O empresário é formado em Direito pela Universidade do Amazonas, e as empresas de sua família atuam no setor terciário desde 1874. Além das suas atividades comerciais e sindicais, ele é autor e coautor de diversos livros e membro da Academia Amazonense de Letras, do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas e da Academia de Ciências, Artes e Letras do Amazonas.

A nova Diretoria da CNC tem a seguinte composição:

Diretoria – Efetivos

Presidente: José Roberto Tadros (AM) 

1º Vice-Presidente: Francisco Valdeci de Sousa Cavalcante (PI) 

2º Vice-Presidente: Luiz Carlos Bohn (RS) 

3º Vice-Presidente: Lázaro Luiz Gonzaga (MG) 

Vice-Presidente Administrativo: Luiz Gastão Bittencourt da Silva (CE) 

Vice-Presidente Financeiro: Leandro Domingos Teixeira Pinto (AC) 

Vice-Presidentes: Abram Abe Szajman (SP), Darci Piana (PR), Edison Ferreira de Araújo (MS), José Arteiro da Silva (MA), José Lino Sepulcri (ES), José Marconi Medeiros de Souza (PB), Josias Silva de Albuquerque (PE), Raniery Araújo Coêlho (RO) 

1º Diretor Administrativo: Marcelo Fernandes de Queiroz (RN) 

1º Diretor Financeiro: Marco Aurélio Sprovieri Rodrigues (SP) 

2º Diretor Administrativo: Antônio Florêncio de Queiroz Júnior (RJ) 

2º Diretor Financeiro: Ademir dos Santos (RR) 

Diretores: Abel Gomes da Rocha Filho (SE), Aderson Santos da Frota (AM), Aldo Carlos de Moura Gonçalves (RJ), Alexandre Sampaio de Abreu (FNHRBS), Ari Faria Bittencourt (PR), Carlos de Souza Andrade (BA), Edgar Segato Neto (Febrac), Eliezir Viterbino da Silva (AP), Hermes Martins da Cunha (MT), Itelvino Pisoni (TO), Ivo Dall’Acqua Júnior (SP), Jeferson Furlan Nazario (Fenavist), José Wesceslau Júnior (MT), Marcelo Baiocchi Carneiro (GO), Marcos Antônio Carneiro Lameira (AC), Maurício Cavalcante Filizola (CE), Sebastião de Oliveira Campos (PA) 

Conselho Fiscal – Efetivos: Domingos Tavares de Sousa (TO), Lélio Vieira Carneiro (GO), Valdemir Alves do Nascimento (AC) 

Suplentes da Diretoria: Adeilton Feliciano do Prado (MS), André Luiz Roncatto (RS), Antonio Maria dos Santos da Silva Azevedo (AM), Conegundes Gonçalves de Oliveira (PI), Denis Oliveira Cavalcante (PI), Francisco Everton da Silva (CE), Francisco Jorge Neto (RR), Geraldo Vieira Rocha (GO), Gilberto de Andrade Costa (RN), Guilherme Marconi Coutinho de Souza (PB), Helton Andrade (MG), Jadir Correa da Costa (RR), Jorge Luiz das Neves Morais (RJ), José Alcides dos Santos (MS), Kelsor Gonçalves Fernandes (BA), Ladislao Pedroso Monte (AP), Leonel Soncin Junior (AC), Lucio Emilio de Farias Junior (MG), Marcantoni Gadelha de Souza (RN), Marcelino Ramos Araujo (MA), Maria Lúcia Dorta Pompeu (TO), Nilo Italo Zampieri Junior (AL), Nivio Perez dos Santos (Feaduaneiros), Osmar Santana Lima (RO), Paulo Roberto dos Santos (SC), Pedro Coelho Nasser (PA), Pedro José Maria Fernandes Wähmann (RJ), Rubens Torres Medrano (SP), Valdir Pietrobon (Fenacon) 

Suplentes do Conselho Fiscal: Alfeu Adelino Dantas Júnior (AP), Gladstone Nogueira Frota (RO), Luso Soares da Costa (RJ)