09/08/2018 às 12:24 - Atualizado em 25/09/2018 às 12:02

Jovens se formam em oficina de restauro, em parceria do Senac RJ

Jovens se formam em oficina de restauro, em parceria do Senac RJ
André Gomes de Melo / RioSolidário Jovens se formam em oficina de restauro, em parceria do Senac RJ

Trinta e três adolescentes e jovens adultos em situação de vulnerabilidade social receberam, no dia 09 de agosto, durante evento no Palácio Guanabara, certificado da oficina de restauro de mobiliários e elementos pétreos, parceria do Senac RJ e Sebrae com a organização RioSolidario. 

A iniciativa tem o intuito de abrir as portas do mercado de trabalho para os alunos. Alguns deles, que se destacaram nas aulas, acabaram sendo contratados para trabalhar na equipe de manutenção dos palácios Guanabara e Laranjeiras.

As aulas duraram três meses e aconteceram no Palácio Laranjeiras, que teve os móveis de madeira vindos da Europa, na década de 1910, restaurados pelos alunos. Peças de mármore e outros itens também foram devolvidos ao local com as devidas correções, depois de danos e desgastes por causa do tempo. 

Estiveram presentes no evento representantes do RioSolidário, o diretor do Sebrae, César Vasquez, o presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florêncio de Queiroz Júnior, e a diretora regional do Senac RJ, Ana Claudia Martins, que ressaltou que a oficina de restauro é só o primeiro passo, pois a instituição pretende apoiar novas iniciativas como esta junto ao RioSolidario.

– Esse trabalho não termina aqui. Temos como missão transformar a vida das pessoas – destacou Ana Claudia.

As aulas foram dadas por arquitetos e assistentes e incluíram uma visitação completa ao Palácio Laranjeiras. Entre os temas abordados, estão práticas de conservação, estofaria e capotaria, conservação dos elementos metálicos e cerâmicos, entre outros. Eles também tiveram aulas de comportamento e ética profissional. 

A ementa foi pensada com o objetivo de tornar os jovens aptos a trabalharem por conta própria ou em empresas que atuem com restauração de imóveis públicos ou privados, na restauração de móveis residenciais e ainda na conservação de pisos de mármore e granitos em shoppings e edifícios em geral.

 

06-1_formatura_jovens_0.jpg

06-2_formatura_jovens.jpg

Fotos: André Gomes de Melo / RioSolidário