30/10/2018 às 13:21 - Atualizado em 30/10/2018 às 13:23

13º salário injetará R$ 8,81 bilhões na economia fluminense

13º salário injetará R$ 8,81 bilhões na economia fluminense
Pixabay 13º salário injetará R$ 8,81 bilhões na economia fluminense

Levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ) estima que o pagamento do 13º salário injetará cerca de R$ 8,81 bilhões na economia do Estado do Rio, já considerando as deduções de imposto de renda.

De acordo com o levantamento, a primeira parcela do benefício renderá aos trabalhadores R$ 4,76 bilhões. Segundo a legislação vigente, o pagamento da primeira parte do 13º salário deve ser feito pelas empresas até o dia 30 de novembro, sendo que alguns empregadores fazem o crédito em meses anteriores.

Já a segunda parcela, que deve ser depositada até o dia 20 de dezembro, injetará mais R$ 4,05 bilhões na economia do Estado do Rio de Janeiro. Na segunda parte do pagamento são aplicados os descontos legais.

O levantamento da Fecomércio RJ leva em consideração a existência de 3,9 milhões de trabalhadores formais, com carteira assinada ou com vínculo estatutário, no caso de servidores públicos, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD Trimestral), do IBGE.