11/09/2019 às 16:01 - Atualizado em 12/09/2019 às 10:38

Volume de vendas do comércio restrito do Rio de Janeiro cresce 2,7% em julho

Volume de vendas do comércio restrito do Rio de Janeiro cresce 2,7% em julho e repete variação positiva observada em junho
Divulgação Volume de vendas do comércio restrito do Rio de Janeiro cresce 2,7% em julho e repete variação positiva observada em junho

O volume de vendas do comércio varejista restrito, divulgado pela PMC do IBGE, apresentou o segundo crescimento consecutivo na série com ajuste sazonal (+2,7%), depois de ter registrado, em maio, o pior volume de vendas para um mês desde novembro de 2010.

Com o bom resultado, a variação acumulada em 12 meses do setor alcançou 0,1% em julho, depois de ter rodado em terreno negativo durante quatro meses.

Na mesma comparação, ainda apresentam variação negativa do volume vendido as atividades de Combustíveis e Lubrificantes (-2,3%), Tecidos, Vestuário e Calçados (-0,2%), Livros, Jornais, Revistas e Papelaria (-16,1%) e Artigos de Uso Pessoal (-1,3%).

O comércio ampliado, que adiciona ao comércio restrito as atividades de Veículos e Material de Construção, também apresentou crescimento na série livre de efeitos sazonais (0,5%) e acumula crescimento nos últimos 12 meses igual a 1,8%, puxado pelo setor de Veículos, que cresce com bastante força (14,5%).

Podem contribuir para um bom resultado em agosto relativamente a julho i) o processo de distensão monetária iniciado no final de julho e ii) a recuperação da confiança do consumidor, que apresentou em agosto resultado superior ao observado em julho. Espera-se que o item (i) contribua para a redução da taxa média de juros incidente sobre o financiamento de bens duráveis, conforme gráfico abaixo. O item (ii), por sua vez, é conduíte necessário para que a redução dos juros para o consumidor se transforme em ampliação do consumo privado e aumento das vendas.

grafico.png